Astrologia mineira: descubra o queijo mineiro ideal para cada signo

Astrologia mineira: descubra o queijo mineiro ideal para cada signo

setembro 11, 2020 3 Por Bendizê

Que mineiro ama queijo com todas as suas forças e que em Minas Gerais se faz o melhor queijo do Brasil todo mundo já sabe, certo? Neste post aqui, já contamos um pouco da história do queijo mineiro, e também falamos sobre os diferentes tipos de queijos e suas respectivas regiões produtoras.

Agora, resolvemos ir um pouco mais a fundo nessa relação de amor entre o mineiro e o queijo, tão intensa que só pode ter uma explicação astral! Dizem que mineiro tem ascendente em queijo e, de acordo com seu signo — que por ter influência em sua personalidade, pode também interferir em seu paladar, — vamos descobrir agora qual o tipo de queijo mineiro mais combina com você! 

Aquário: queijo Canastra

Macio e de sabor forte (ligeiramente ácido e não picante), esse queijo é produzido na linda região da Serra da Canastra, com leite cru e pingo (fermento natural). O indicado é consumi-lo com, pelo menos, uma semana de maturação — e para que ela ocorra da forma certa, o queijo deve descansar em um prato ou em uma tábua de madeira ser virado uma vez ao dia. 

Nesse processo, ele vai adquirindo uma cor dourada, enrijecendo de dentro pra fora. Acompanha bem uma cervejinha, um vinho ou até uma boa cachaça mineira! Dinâmicos, inquietos e um tantinho excêntricos às vezes, os aquarianos provavelmente vão curtir e se identificar muito com esse queijo que ficou tão famoso nos últimos anos.

Peixes: queijo de Araxá

De sabor suave e textura delicada, esse queijo tem grandes chances de agradar aos sensíveis e sonhadores piscianos. Sem falar que, para degustá-lo, os nativos deste signo, também conhecidos como os mais “viajados” do zodíaco (rs), podem ir conhecer a região onde ele é produzido, cheia de encantos e paisagens bucólicas.

Áries: queijo do Serro

Menos maturado, mais úmido e macio, com acidez pronunciada. Essa combinação de frescor e acidez, tão característica dos queijos da região de Serro, tem tudo a ver com a personalidade forte e expansiva dos arianos. Talvez um queijim seja mesmo uma boa ideia para acalmar os ânimos destes seres tão impulsivos e propensos a cometer “sincericídios” por aí…

Touro: minas frescal

Um dos queijos mais populares e consumidos no Brasil, o minas frescal é aquele queijo fresco, de massa branca, sem maturação — e não derrete nem por reza brava! Te lembra alguém?👀 Fala se não é o melhor queijo para os sociáveis — e teimosos — taurinos? Aliás, eles também adoram comer!

Gêmeos: raclette mineiro

Produzido da região de Almenara, com inspiração na receita suíça, trata-se de um queijo firme e elástico ao mesmo tempo, com aroma simples e sabor complexo, resultantes de uma maturação de 45 a 60 dias do leite de vaca. Grandes chances de se tornar o queijo queridinho dos geminianos, que são versáteis e adoram inovação. Mas logo eles podem querer experimentar algo diferente, já que são dados a emoções fortes e rápidas (um tanto inconstantes, eu diria…).

Câncer: queijo do Cerrado

De sabor amanteigado e textura macia, esse queijo vai agradar aos cancerianos, que gostam de se sentir seguros e aconchegados, e por isso tendem a apreciar comidas que lhes tragam memórias afetivas, já que costumam ser bastante sentimentais e emotivos. É capaz de cair uma lágrima quando experimentarem algo assim…

Leão: queijos do Campo das Vertentes

Essa região faz parte do “Roteiro dos Queijos Finos, no Caminho Velho da Estrada Real”, já que a produção é concentrada em queijos europeus: gorgonzola, roquefort, azuis, brancos, suíços, camembert, brie, gruyère, gouda, parmesão e chavroux. Ótima pedida para os leoninos, que além da fama de serem vaidosos e terem uma autoestima elevada, gostam de se destacar e de experimentar sabores exóticos, que fujam do óbvio. Aiai, nada fácil de agradar, viu?

Virgem: minas padrão

A receita mineira produzida de maneira industrial (ou pasteurizada) resulta em um queijo mais amarelado, de consistência firme, porém suave e macio, o que o torna o queijo ideal para os metódicos e críticos virginianos, perfeccionistas que só eles (sem falar na mania de limpeza e organização).

Libra: meia cura

Nem fresco nem curado, com tempo de maturação que pode variar de uma a cinco semanas, temperatura variável entre 10º e temperatura ambiente, geralmente feito com leite cru, mas também pode ser encontrado com leite pasteurizado. Ou seja, o meia cura é claramente o queijo perfeito para os indecisos librianos — talvez por estarem sempre em busca de equilíbrio e por gostarem de agradar.

Escorpião: queijo de ovelha das Vertentes

A textura firme e o sabor complexo desse queijo, com toques picantes e amargos, são proporcionados pela maturação de aproximadamente 90 dias do leite de ovelha. Um queijo único, que não é pra qualquer paladar, mas certamente vai agradar aos intensos escorpianos… Afinal, picância é com eles mesmos! — e o amargor fica por conta de uma certa reputação que os nascidos sob influência deste signo carregam (eles podem até jurar que a fama de serem vingativos é injusta).

Sagitário: requeijão de corte

Embora simples, essa iguaria típica da região norte do estado tem um sabor único, intenso e cremoso. Movidos pela curiosidade e com forte atração pelo novo, os aventureiros sagitarianos vão adorar descobrir os sabores do requeijão de corte em suas três versões: o moreno, o branco e o com raspas de tacho. Só não o faça escolher um só, pois digamos que se tratam de almas livres…

Capricórnio: queijo curado 

Capricornianos são mais estáveis e tradicionais. Portanto o queijo curado, que é mais firme e seco, parece uma boa escolha para eles. Após passar pelo processo de cura completo, que intensifica o sabor e melhora a conservação — o que pode ser associado, ainda, à fama de workaholics dos capricas —, esse queijo apresenta casca amarelada e sabor levemente ácido. 

E aí, curtiu? Identificou-se com o queijo mineiro que achamos que mais combina com seu signo? Claro que essa é uma brincadeira e que, independemente do zodíaco, todos podem  e devem apreciar cada um dos nossos deliciosos queijos, afinal tem para todos os gostos e signos — e ainda tem o ascendente e a lua também, né? 

Mas calma que ainda não acabou. Você sabia que o queijo de Minas virou até patrimônio imaterial do estado? Leia também este post aqui e conheça os 8 patrimônios imateriais de Minas Gerais!

Então, corre lá para aprender um pouco mais só nosso rico estado, corta uma fatia bem generosa de seu queijo favorito e liga nossa playlist mineirinha no Spotify: