11 pousadas mineiras que ocê precisa conhecer, uai!

11 pousadas mineiras que ocê precisa conhecer, uai!

abril 12, 2021 4 Por Bendizê

Minas Gerais é cheia de encantos: belezas naturais, como suas “montanhas”, grutas e cachoeiras, uma culinária de dar água na boca e um povo pra lá de receptivo e hospitaleiro.

Assim, nosso estado atrai turistas do país inteiro que vêm em busca, principalmente, de sossego e boa comida. E há hospedagens que, por si só, já valem a viagem!

Neste post, selecionamos dicas de pousadas mineiras charmosas e aconchegantes, com diferentes atrativos para viagens de casal, em família, com amigos ou até mesmo sozinho(a), uai not? Afinal, todo mundo merece tirar, pelo menos, um fim de semana para descansar e recarregar as energias em um lugar de paz — e Minas está de braços abertos para te receber, uai!

1. Pequena Tiradentes (Tiradentes)

Uma das pousadas mais charmosas de Minas Gerais, a Pequena Tiradentes, como seu próprio nome sugere, é uma reprodução em “miniatura” da igualmente charmosa cidade histórica em que ela se encontra.

Instalada em uma elegante mansão colonial, conta com muito itens de época em sua decoração e no mobiliário dos quartos. Tem piscina coberta e ao ar livre, sauna, e opções de quartos com lareira e banheira de hidromassagem. O café da manhã é super completo e bastante elogiado.

Ideal para passar um fim de semana romântico em grande estilo, aproveitando para conhecer os incríveis restaurantes de Tiradentes!

2. Chão de Minas (Cachoeira do Campo)

Pertim de BH (apenas 77 km), é uma ótima opção para uma viagem de fim de semana com a família. Cachoeira do Campo, onde fica a Chão de Minas, é um distrito de Ouro Preto, então você pode aproveitar para fazer um passeio pelo famoso centro histórico, que fica a uns 20 minutos de lá — embora o mais provável é que você nem queira sair da pousada.  

Ela foi inaugurada em 2014, portanto sua estrutura é bem nova e moderna, embora a arquitetura inspirada nos casarões antigos e a decoração rústica possam dar a impressão de que você está em uma fazenda do século passado, o que torna a experiência de se hospedar lá ainda mais interessante. 

Embora esteja bem próxima da rodovia, com acesso por asfalto, há bastante área verde em seu entorno, proporcionando aquela sensação de paz e tranquilidade que a gente busca em viagens assim.

São 14 quartos divididos em 5 categorias. A piscina de borda infinita com vista para a colina — um dos grandes atrativos dessa hospedagem — foi inaugurada em 2017. O café da manhã colonial é mais uma atração à parte, com variados quitutes mineiros.

Há um bistrô que funciona à noite, e um restaurante de comida mineira feita no fogão a lenha que serve almoço (não incluído no valor da diária). Esse restaurante é aberto ao público e já existia antes mesmo da pousada. As verduras servidas nas refeições são de uma horta própria que fica na mesma propriedade, de 40.000 m² no total. 

Por lá também há um alambique que data de 1989 e funciona até hoje (aberto a visitação), produzindo a cachaça homônima da pousada e do restaurante, envelhecida por 8 anos em tonéis de carvalho. 

Fala sério: descansar e comer (muito!) bem, tendo ainda a chance de degustar uma autêntica cachacinha mineiraTem trem mió não, tem? Como se não bastasse, a pousada conta com um salão de jogos, e ainda serve chá da tarde de cortesia. 

3. Estalagem do Mirante (Brumadinho)

Muito procurada por casais para um fim de semana romântico, a Estalagem do Mirante fica em meio à serra em Brumadinho, bem próxima de BH também (a 37 km). São 16 chalés independentes. Alguns contam com hidro e lareira, e todos têm uma vista de tirar o fôlego!

No ponto mais alto da propriedade, há uma “cachoeira artificial” (uma piscina com cascata que imita o formato de uma cachoeira), que é bem bonita e pode render muitos cliques bacanas.

Como a água é bem fria e a temperatura média lá é mais baixa, além de ventar bastante (considerando a altitude), são poucos os que se aventuram em um mergulho. Há também um deck de madeira suspenso, com sofás e espreguiçadeiras para curtir o visual.

No restaurante da pousada, é servido um farto café da manhã (incluído na diária), e jantar com cardápio a la carte.

Eny Amorim, que administra a Estalagem do Mirante junto com seu marido, é ceramista e mantém por lá também o Ateliê de Cerâmica, espaço em que fabrica e vende peças utilitárias e decorativas belíssimas, que você com certeza vai querer levar pra casa.

Estando hospedado nessa pousada, você pode aproveitar, ainda, para fazer uma visita ao Inhotim, o maior museu de arte contemporânea a céu aberto do mundo, que fica a 35 km de lá.

4. Capão do Cerrado Pousada e Spa (São Gonçalo do Bação)

Próxima de Itabirito, essa pousada foi inaugurada em novembro de 2020 (ou seja, novíssima), tem apenas 8 suítes intimistas e sofisticadas, com decoração minimalista. 

A área comum tem piscina externa aquecida (com vista), com serviço de bar, sauna panorâmica e ofurô no terraço. O Spa Flor do Cerrado, um dos principais atrativos da pousada, oferece opções de massagens relaxantes, banhos especiais e tratamentos corporais.

A principal suíte é a Orquídea, que conta com barreira de hidromassagem (exclusividade dos quartos premium) e uma enorme varanda privativa com vista para o cerrado mineiro.

Nos banheiros das suítes, há duas duchas dentro do mesmo box. Tudo é pensado para que o casal possa desfrutar ao máximo de momentos de descanso e romance. Por isso, a pousada não aceita crianças.

O cardápio de todas as refeições, do café da manhã ao jantar, é assinado por um chef, que utiliza muitos ingredientes tipicamente mineiros, proporcionando uma experiência gastronômica regional e exclusiva no Bistrô DuCerrado.

5. Capim do Mato Pousada e Spa by L’occitane (Serra do Cipó)

Essa é uma das pousadas mineiras mais exclusivas dessa lista. Ela faz parte do Condé Nast Johansens, um grupo seleto dos melhores hotéis e spas de luxo do mundo. O trem é chique demais, uai!

São 7 bagalôs, que ficam distantes uns dos outros para garantir o máximo de sossego e privacidade. O bagalô luxo conta com ofurô e lareira.

O paisagismo da pousada é impecável, integrado ao verde abundante do entorno. A decoração minimalista e com toques de arte foi concebida para transmitir equilíbrio e originalidade.

O atrativo principal da Capim do Mato é o spa exclusivo assinado pela marca de cosméticos francesa L’occitane. Lá são oferecidos menus de tratamentos e programas de day spa, com massagens relaxantes, tratamentos faciais e corporais e vivências hidroterapêuticas.

6. Loft da Serra (Lavras Novas)

Um refúgio no alto das montanhas de Minas Gerais: excelente escolha para quem busca conforto e privacidade, com um toque de elegância e requinte.

Os lofts são temáticos, com decoração inspirada em destinos de viagem famosos espalhados pelo mundo, como as Ilhas Gregas, os Alpes Suíços e a Toscana, na Itália. 

Todos são bastante espaçosos, com cozinha equipada, banheira de hidromassagem e amenities (shampoo, condicionador e sabonetes) da marca francesa L’occitane. Alguns lofts têm, ainda, lareira, adega climatizada e cama super king. Chique no úrtimo!

A área comum da pousada conta com lounge, piscina climatizada, sauna a vapor e restaurante a la carte. A Loft da Serra faz parte do guia Roteiros de Charme.

7. Oratório Pousada Boutique (Tiradentes)

Mais uma pousada dessa lista que tem o selo Condé Nast Johansens, atribuído apenas aos melhores hotéis e hospedagens do mundo. Minas Gerais tá com tudo mêz, hein, sô?

A vegetação abundante, aliada ao uso de muita madeira e vidro na estrutura e decoração da pousada, criou um ambiente agradável esteticamente e que transmite paz e tranquilidade.

As sacadas e varandas dos quartos têm vista para a Serra de São José, que emoldura a linda cidade histórica de Tiradentes. O mobiliário é composto por peças do artesanato local e objetos de arte, mesclando sofisticação e aconchego

São apenas 11 suítes: 8 na categoria Luxo e 3 na Super Luxo, as quais contam com banheira de hidromassagem. Na área de lazer comum, há piscina e hidromassagem com água aquecida. A grande estrela do café da manhã da Oratório são os famosos “ovos tombados”.

8. Solar Maria Carolina (Mário Campos)

Para quem viaja em família, especialmente com crianças, essa pode ser uma excelente escolha!

A 50 km da capital e a 18 km do Inhotim, o Solar é uma hospedagem bem ao estilo mineiro: desde a culinária feita com ingredientes típicos do nosso estado e cultivados na própria pousada, à recepção calorosa feita pelos donos, com direito a broa e cafézim! Até o sabonete disponibilizado nos quartos é de fabricação local.

A pousada funciona em sistema de pensão completa, com todas as refeições incluídas. A gastronomia é um dos pontos altos da experiência, comandada por um chef holandês, Willem, que é apaixonado por PANCS (plantas comestíveis não convencionais), pela culinária mineira e também um grande conhecedor de  cervejas artesanais

Grande parte dos insumos utilizados nos pratos são orgânicos e produzidos por lá mesmo ou nos sítios vizinhos. A cozinha da pousada é aberta, de modo que os hóspedes podem acompanhar o preparo dos pratos.

A esposa do chef, Carol, que é sócia dele na pousada, é especialista em quitutes mineiros, e prepara broas, bolos e pães caseiros. O café da manhã parece aqueles de cadivó! Hmmm…

Os chalés são aconchegantes, confortáveis e bem decorados. A área de lazer tem piscina, sauna, campo de futebol, parquinho, sinuca e uma sala de massagem e bem-estar. Além disso, há opção de fazer trilhas na mata, visitar o curral, a horta orgânica e ver de perto criações de galinhas, ovelhas, cabras e uma lagoa com peixes.

Ou seja, diversão sem fim em meio à natureza, principalmente para os pequenos! Mas não deixa de ser também uma boa pedida para casais, famílias com filhos maiores e até para viajantes solos.

9. Pousada Carumbé (Lavras Novas e Serra do Cipó)

Sem dúvidas, essa é uma das pousadas mais luxuosas de Minas Gerais. São duas unidades em destinos turísticos bem conhecidos dos mineiros: uma na Serra do Cipó e outra em Lavras Novas. Na decoração, muitas referências de Minas, contribuindo para que os hóspedes se sintam ainda mais em casa.

Dentre os principais atrativos, estão as piscinas com cascata e climatizadas (em ambas unidades). A pousada também conta com spa, que oferece massagens relaxantes e banho de ofurô. Há opções de quartos com hidro e varanda.

Na unidade da Serra do Cipó, tem bosque com trilha para caminhadas, parquinho infantil e pomar, para quem busca, além de conforto, um contato mais próximo com a natureza.

Em Lavras Novas, o restaurante da Carumbé (bem famoso, por sinal) é aberto ao público, servindo almoço e jantar. A estrutura da pousada inclui, ainda, bar na piscina, sauna, sala de jogos e espaço zen.

10. Pousada Spa Mirante da Colyna (Monte Verde)

Pousada ampla e luxuosa, com muita área verde no entorno, embora esteja a apenas 500m da Av. Monte Verde (centro comercial da cidade). Além da localização privilegiada, há opções de suítes com lareira e/ou banheira com vista para a Serra da Mantiqueira. 

O spa é um dos grandes atrativos da pousada, e na área comum há piscina aquecida e coberta, sauna seca e sauna a vapor, quadra de tênis, sala de jogos, sala de cinema, sala de estar e leitura (com lareira, televisão e, também, chás variados com bolachas à vontade para os hóspedes, ÓPCEVÊ!) e área fitness. Também é possível realizar trilhas em meio à Mata Atlântica nos arredores da pousada.

O café da manhã é estilo colonial, e o restaurante oferece opções para quem prefere fazer todas as suas refeições na própria pousada, com muitos pratos típicos da cozinha mineira, e também os famosos fondues, que fazem sucesso no friozinho de Monte Verde, a “Campos do Jordão mineira”. Trem bão é coisa boa, né não?

11. Santa Vila Hospedagem (Santana do Riacho)

É uma pousada pequena e intimista, que fica em uma área bem tranquila da Serra do Cipó. Na área comum há um amplo jardim, sauna e piscina com borda estendida.

São apenas seis chalés, projetados para se integrar à fauna e à flora local. Em três deles, há hidro privativa e dois contam, ainda, com cozinha equipada. Todos são bem decorados e aconchegantes. 

A 300 metros da pousada, corre o Rio Cipó, cujo barulho das águas “faz parte do pacote” e torna a experiência de hospedagem na Santa Vila ainda mais relaxante. Bão dimai da conta!

O interior de Minas guarda tesouros inimagináveis. Seria impossível reunir tudo em um post só! Você já conhece alguma dessas pousadas mineiras? Tem alguma outra imperdível para indicar? Deixe um comentário aqui embaixo ou mande uma mensagem pra gente em nosso Instagram!

P.s. No período pós-pandemia, viagens mais curtas, que possam ser feitas de carro, e para lugares mais tranquilos e ao ar livre, deverão ser priorizadas, pela questão da segurança sanitária.

Outro fator importante a ser considerado é a escolha de hospedagens que adotem os protocolos recomendados para prevenção da COVID-19. Neste contexto, acreditamos que as dicas deste post possam ser ainda mais valiosas, principalmente para quem mora em MG e estados vizinhos.