Mariana: primeira capital de Minas Gerais

Mariana: primeira capital de Minas Gerais

março 6, 2021 0 Por Bendizê

As cidades históricas de Minas guardam um valioso patrimônio arquitetônico e cultural, atraindo turistas de várias partes do país. 

Dentre as mais conhecidas, estão Tiradentes, São João del Rei, Congonhas, Serro, Diamantina, Ouro Preto e Mariana. Esta última foi a primeira vila, a primeira cidade planejada e também a primeira capital do estado

Pensava que BH havia sido a única capital de Minas? Antes disso, outra cidade mineira, além de Mariana, também ocupou este posto. Leia até o fim para descobrir qual foi e ficar por dentro de outras curiosidades sobre nosso “país” MG!

História de Mariana

Bandeirantes paulistas encontraram ouro no leito e nas encostas de um rio batizado de Ribeirão do Carmo, instalando em suas margens um arraial que se tornou um dos principais fornecedores do metal precioso à Coroa portuguesa.

Fundada em 1696 como Arraial de Nossa Senhora do Carmo, passou à Vila de Nossa Senhora do Ribeirão do Carmo em 1711, e foi elevada à cidade em 1745, quando passou a se chamar Mariana em homenagem à rainha Maria Ana D’Áustria, esposa de D. João V, o rei de Portugal que foi responsável por essa transição.

O projeto urbanístico, que incluía ruas em linhas retas e praças retangulares, foi feito pelo engenheiro militar português José Fernandes Pinto de Alpoim.

A cidade se tornou também centro religioso do estado, onde foi fundado o primeiro bispado mineiro, com a construção do Seminário Menor, entre 1750 e 1790. Considerado o primeiro centro educacional de Minas, por lá se formaram intelectuais, não só religiosos, mas também das Letras, da magistratura e da política.

Mariana foi, então, a primeira capital de Minas Gerais, que depois passou a Ouro Preto e, só em 1897 é que a capital foi, finalmente, transferida para Belo Horizonte, construída estrategicamente para este fim.

Atrativos turísticos

A cidade guarda, ainda, muitas riquezas e relíquias do Brasil Colônia em suas igrejas e casarios seculares, com forte presença da arte barroca. Ela recebe boa parte do fluxo de turistas que visitam sua vizinha Ouro Preto, a apenas 12 km de Mariana. 

Há, inclusive, uma linha férrea ativa que liga as duas cidades: o Trem da Vale, com uma linha turística que tem partidas diárias, e proporciona uma verdadeira viagem no tempo, remontando ao período imperial.

A Mina da Passagem, maior mina de ouro aberta à visitação no Brasil, é um dos principais atrativos turísticos da cidade, que também recebe muitos adeptos do turismo ecológico e de aventura, como praticantes de montanhismo e mountain bike. Cerca de 70% do Parque Estadual do Itacolomi está nos limites de Mariana, que abriga, então, uma grande diversidade de fauna, flora, rios, nascentes e cachoeiras.

A tragédia provocada pelo rompimento da barragem do Fundão

Em 2015, uma barragem de rejeitos da mineração, da empresa Samarco/Vale, estourou em Bento Rodrigues, um subdistrito de Santa Rita Durão, que é distrito de Mariana.

A onda de detritos atingiu 18 metros de altura, submergindo toda a comunidade ao redor e matando 19 pessoas. O rio Doce foi gravemente contaminado pela lama. Essa tragédia marcou a história do município de forma arrasadora.

Curiosidades sobre Mariana  

  • Foi tombada em 1945 como Monumento Nacional.
  • Abriga o único órgão Arp Schnitger fora da Europa (existem apenas 30). Ele data de 1701, e chegou da Alemanha à Mariana em 1753, como um presente da Coroa portuguesa. Está na Catedral de Nossa Senhora de Assunção.
  • Na Praça Minas Gerais, há duas igrejas lado a lado: algo inusitado na história da arquitetura religiosa, e que se deu por conta da disputa entre as irmandades de Nossa Senhora do Carmo e São Francisco de Assis.
  • Berço de figuras ilustres como o poeta e inconfidente Cláudio Manuel da Costa, o pintor sacro Manuel da Costa Ataíde (mais conhecido como Mestre Ataíde), e o Frei Santa Rita Durão, autor do poema “Caramuru”.
  • A primeira agência dos Correios do estado foi instalada por lá em 1730, estabelecendo comunicação entre Rio, São Paulo e Minas.
  • A cidade faz parte da Trilha dos Inconfidentes e do Circuito Estrada Real.
  • Mariana tem cerca de 53 mil habitantes e está a aproximadamente 115 km de Belo Horizonte.

Agora que você já sabe que Mariana foi a primeira capital mineira, que tal ficar por dentro de outras curiosidades sobre a nossa terrinha amada? Cê sabia que Minas Gerais é o estado com o maior número de cidades do Brasil? Clique para ler o post e veja mais dados interessantes sobre MG!